Um rio de inspiração

Canal Entretenimento
Maurício Falcão
Eleonora no cenário que a inspirou a contar histórias: uma coleção de livros com temática ambiental está a caminho
Eleonora no cenário que a inspirou a contar histórias: uma coleção de livros com temática ambiental está a caminho

Livro infantil que fala sobre a amizade entre um peixe e um girino homenageia o Parque Estadual do Desengano

Foi nas águas frias e límpidas do riacho São Julião, no Parque Estadual do Desengano (PED), na região do Imbé, que a professora Eleonora Sardinha Aguiar se inspirou para criar suas histórias. Uma delas, “O Peixinho Chico e o Girino Jiló”, virou livro infantil, com proposta científica sobre temas sociais e ambientais.

De acordo com a escritora, as histórias relatadas no livro eram contadas para sua filha em seus passeios às margens do riacho, no sítio do seu avô. Também era ali que Eleonora, quando criança, passava as férias com os irmãos. “Tenho essa história guardada há dez anos, e só agora consegui publicar. Foi um ato de ousadia, não tive nenhum apoio financeiro”, conta.

Desenvolvida com base em pesquisas científicas, a trama fala sobre a amizade entre dois animais da fauna nativa, que sobrevive ao preconceito, à tempestade, ao desmoronamento e até à metamorfose. As ilustrações, de Alicio Gomes, são baseadas em cenários reais do Imbé. Da mesma forma, os personagens são animais que habitam a região. Este é o primeiro livro infantil de Eleonora, que é educadora do Projeto Pólen, da UFRJ. Sua proposta é lançar outros títulos, formando a Coleção PED para Crianças.

Uma reserva de Mata Atlântica

Criado pelo Decreto-lei Estadual 250, de 13 de abril de 1970, o Parque Estadual do Desengano é constituído por 22.444 hectares de Mata Atlântica, divididos entre os municípios de Campos, São Fidélis e Santa Maria Madalena. Com inúmeros picos rochosos e cobertura bastante representativa do bioma primitivo Mata Atlântica, é o lar de várias espécies da fauna brasileira - muitas delas ameaçadas de extinção. Seus riachos formam um precioso manancial de água para as regiões vizinhas. O parque também tem grande potencial para pesquisa científica, educação ambiental e turismo sustentável.