Qual a melhor proteção?

Canal Bem-estar

Saiba como funciona cada produto antes de se proteger contra o odor desagradável do suor

Existe diferença entre desodorante, antitranspirante e antiperspirante? Os nomes são parecidos, mas eles não cumprem a mesma função. Os desodorantes são indicados para diminuir o odor desagradável do suor, sem diminuir sua produção. Isso pode ser muito conveniente, porque o suor tem funções fisiológicas importantes no organismo, como manter a temperatura corporal, hidratar a pele e eliminar metabólitos. Já os antitranspirantes, ou antiperspirantes, inibem sua produção. Por manterem o corpo seco, são indicados para pessoas que suam em excesso. Nem todo desodorante é antitranspirante, mas quase todo antitranspirante é um desodorante, porque também contém uma substância que elimina o odor.

As glândulas sudoríparas são de dois tipos: as écrinas, que eliminam apenas água; e as apócrinas, responsáveis pelo metabolismo e pela excreção de sais e restos celulares, que, quando degradadas por bactérias ou fungos, exalam um cheio ruim. Como estas glândulas estão localizadas principalmente nas axilas, é daí que se origina aquele odor desagradável – injustamente associado ao suor. Os desodorantes matam essas bactérias e diminuem a concentração dos microrganismos, ainda que não tenham fragrância. No caso dos antitranspirantes, seu principal componente ativo coagula as proteínas, fechando os ductos das glândulas sudoríparas e reduzindo a produção do suor. Dúvidas esclarecidas, a decisão é sua!

Contato: 2733-4211.

Prós e contra

A escolha do produto deve ser feita com base nas características da pele, gostos e necessidades de cada pessoa. Há vantagens e desvantagens que podem ajudar você a tomar uma decisão. Os cremes hidratam; os roll-ons não são muito indicados porque podem ser contaminados por bactérias no contato com a pele; os sprays podem causar ardência; os aerossóis secam muito rapidamente, podendo causar irritação na pele e manchar a roupa; o leite de magnésia e o talco com bicarbonato de sódio também ocasionam a morte das bactérias causadoras do mau odor do suor. Em relação aos antitranspirantes, uma informação importante: eles apresentam risco de obstruir os poros e provocar inflamação da glândula sudorípara, causando furúnculos.